Lagos MTB Cup – Saquarema, RJ

15 08 2010

Hoje fui conferir a Lagos MTB Cup em Saquarema, no Rio. Foi a primeira vez que participei e posso dizer que valeu à pena.

Acordei e vi que estava chovendo. Confesso que nesse momento pensei em desistir. Os depoimentos que ouvi dessa etapa eram de colocar medo e, com a chuva, a tendência era de piorar. Depois do dilema decidi ir. Já estava com tudo arrumado da noite anterior então foi só colocar a bike no carro e partir.

Quando cheguei lá o tempo não havia melhorado. Estava chovendo fininho e fazia frio. O percurso estava mantido como o mesmo e sabia que seria duro. Aqueci na estrada de terra próxima à largada e alinhei. As mulheres largavam atrás, exceto pela líder do campeonato.

Às 9:20 da manhã foi dada a largada. Foi uma reta de aproximadamente 100m e já começamos a subir. Um dos competidores, que subia ao meu lado, comentou comigo que seriam aproximadamente 40 minutos de serra. Coloquei um ritmo confortável e comecei a subir. Subir não, escalar. Era uma serra das brabas! O pior: a chuva transformou o piso em barro, que fazia a bicicleta derrapar e perder tração. Eu estava com o pneu Maxxis que tanto adoro, o Larsen TT, mas que não é pneu para chuva. Para a minha surpresa ele também se comportou muito bem nesse terreno de hoje. A serra era daquelas que a gente reza para acabar a cada curva. Em vários momentos vi pessoas empurrando a bike. Fiquei feliz porque, apesar da dificuldade, não desisiti e zerei tudo. Eu ocupava a primeira colocação e estava determinada a mantê-la até o final.

Depois dessa serra veio a grande descida. O começo dela estava lotado de barro e fazia o mountain bike virar uma patinação morro abaixo. Ali foi preciso descer com cautela. Do estradão veio o single track, igualmente com lama. Num certo momento fui fazer uma ultrapassagem e tomei um capote. Não foi nada demais e levantei rapidamente e segui descendo o single.

Depois veio um longo trecho em estradão de terra batida e seco, onde se podia desenvolver um bom ritmo. Eu estava sozinha e não pude pegar a roda de ninguém, mas era um bom trecho para andar em pelotão. Ele conectava a primeira serra na serra final.

Depois de um bom tempo andando nessa parte mis leve do percurso, voltei a encarar um grande trecho de subidas. Era mais uma serra, só que dessa vez mais curta e mais íngreme. Eu já havia sido alertada dessa subida forte no final da prova e estava psicologicamente preparada. Mais uma vez consegui subir pedalando e zerar a serra toda. O trecho estava com lama e foi preciso ter força, cabeça e persistência para chegar lá em cima pedalando.

Ao chegar no topo pegamos a esquerda e começamos a descer pela serra que subimos no início da corrida. Era um trecho perigoso porque era possível colocar uma velocidade muito alta. Eu procurei descer com cautela.

No meio da serra quebramos à direita e entramos num single track muito divertido. Ele também tinha bastante lama e fazia a bicicleta descer escorregando. No final dele saímos na estrada de terra mais uma vez, no plano, num trecho de velocidade alta até a chegada. Eu sabia que estava acabando e dei o gás final até cruzar o pórtico em primeiro lugar, com 2:44.

Foi uma prova dura e super divertida. Sem dúvida gostaria de participar de outras etapas da Lagos MTB Cup. Gostaria de agradecer o organizador, Willian, pelo convite. Foi um prazer fazer parte dessa etapa e parabéns pela prova. Parabéns à todos os competidores pela superação.

Anúncios

Ações

Information

4 responses

16 08 2010
Willian Oliveira

Ola Manuela, tudo bem?
Que bom que tenha gostado da prova. Realmente este percurso é muito duro, as serras são bem inclinadas e algumas partes bem técnicas. Sempre escolho um percurso que eu gosto de pedalar para colocar como etapa da Lagos MTB Cup. Toda equipe ficou feliz com o resultado da prova e sabemos que temos que melhorar a cada dia para que o nosso evento possa contar com atletas assim como você. Obrigado pela presença mais uma vez.
Fique de olho no site http://www.lagosmtbcup.com.br para a próxima etapa.
Abraço e saúde.

19 08 2010
lenomtb

Boa tarde Manuela Vilaseca, Meu nome Heleno S. Rosa, mountain biker há 17 anos. Idealizador do Blog Mountain Bike MT. Há 20 anos acontece a subida do Tope de Fita Cuiabá-Chapada dos Guimarães. A subida realizada no 2º domingo após a Corrida de Reis – segunda quinzena de janeiro – com aproximadamente 60km. Uma festa a parte do mountain bike regional. Aproximadamente 100 ciclistas percorrem estradões e trilhas até a cidade histórica de Chapada dos Guimarães. Em 2011, o blog Mountain Bike MT http://www.mtbmt.wordpress.com participará do pedal e, seria de muito orgulho para o mountain bike regional, a sua presença. Logicamente, o investimento da sua participação na subida do Tope de Fita será, totalmente, custeada pelo blog Mountain Bike MT. O blog é independente e possui vínculo com o revendedor Merida Cuiabá. Penso que essa informação é importante para o consolidar da sua presença aqui em janeiro próximo. Obrigado pela atenção! Parabéns pelo blog. Bons treinos! Atenciosamente, Mtbiker Heleno Ströbel Rosa

24 08 2010
manuvilaseca

Olá, Heleno.

Será um prazer participar da prova. Vamos combinar!

Grande abraço

Manu

10 09 2010
Jane maria de Jesus

Vem Manú …
vamos curtir uma subidinha ….no paraíso……
Beijo…..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: