Mountain Bike 12 Horas – Itupeva

7 12 2009

Foram 12 horas de muito sofrimento e de muito calor. O 12 horas, esse ano, largou ao meio dia e foi até a meia noite. Eu fui defender o meu título de campeã do ano passado e, apesar de me sentir muito cansada, segurei firme até o final. Eu liderava a prova quando no meio da última volta furei o pneu. Eu estava sem ferramentas e demorei para tirar a válvula da roda que estava montada tubeless. Para “ajudar” estava sem CO2 e tive que encher com a bomba. Isso me tomou muito tempo e, por consequência, me tirou o título.

Fechei o ano com esse vice-campeonato, que também foi muito importante para mim. Agora é descansar bem porque o ano que vem tem muito mais!

Gostaria de agradecer à todos os meu patrocinadores, que acreditaram e investiram no meu cresimento no mountain bike. Sem eles nada disso seria possível. Agradeço a todos que me acomapanharam durante o ano, me ajudaram e torceram por mim. Tenho certeza de que essa energia contribuiu para os resultados positivos que obtive em 2009 e que espero conseguir em 2010.

Manu e Laís

Roberta, Dani e Manu

Anúncios

Ações

Information

2 responses

9 12 2009
Max

Parabéns!! Um furo é um evento , digamos, mágico. As vezes ele salva tua vida, as vezes ele te tira uma vitória na última volta.
Mas, de qualquer forma, valeu a luta até o último minuto!
Aqui de São José dos Campos foi uma turma que competiu em quarteto, não sei como eles se saíram.
Eu já participei de dois 6 horas mas em dupla e quarteto. Solo eu não arriscaria. Não tenho pulmão e coração suficientes!
Imagina 12 horas! 🙂
Vc para para descansar ou vai diretão as 12 horas?

9 12 2009
manuvilaseca

Oi Max!

Obrigada pela torcida!

É, 12 horas solo não é mole não. Eu estava ainda muito cansada. Fiquei gripada na semana anterior… enfim, dificulta tudo. Mas o importante é que aguentei até o final. Foi realmente uma pena ter furado. Não sei nem explicar o que senti na hora… muita decepção! Mas faz parte né?

A estratégia depende de cada um. Depende de como você está na prova e quanto tem de vantagem. A partir disso pode se resolver o quando parar. Caso não haja vantagem tem que fazer direto! Aí vai da resistência de cada um!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: